terça-feira, 15 de janeiro de 2008


***PASSATEMPO***

Pare o tempo
desfaça o mundo
Meu passatempo?
...contar segundo
Porta aberta
gira o mundo
Nas gotas
de chuva caída
Juntei as lágrimas
da minha vida
Pedia ao vento
com muito intento
Que assoprasse
e que apagasse
A chama acesa
por minha presa
Em cada passo
eu busco espaço
Saio no encalço
do meu compasso
Na cantilena
das minhas penas
Revejo a cena
que me encanta
E num lamento
de encantamento
Isolo a dor
por um momento
Meu sentimento
que estava perdido
Seguia o rumo
arrependido.

*** Rosa Mel ***

Um comentário:

Mírian disse...

Uma viagem aos seus versos, nos transmite o contato direto com
a alma de uma poeta cujo lirismo
chega a nos dizer que ela é ainda
uma menina, tão encantadores são estes seus versos.

É maravilhoso poder estar em contato com alguém de alma tão pura e emanescente do amor.

Beijo enorme para ti, Mel.

Amo você, lindinha!

-

Todos os textos deste blog têm os direitos registrados para RosaMel.